quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Curados para Servir IV


Uma vitória retumbante de Israel, difícil de ser digerida pelo faraó. A terra sofreu e os egípcios perderam milhares de animais, plantações, familiares e amigos  nas pragas, principalmente na última, e ainda, perderam milhares de soldados engolidos pelo Mar Vermelho. Do lado hebreu porém, havia festa e dança. Música e poesia exalavam de Miriã e um sentimento de alegria, triunfo, esperança e proteção é notório naquele povo acampado na praia.
"Então Miriã, a profetisa, irmã de Arão, tomou na mão um tamboril, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris, e com danças." Ex. 15.20
    Vem a ordem "Marchem!" e os israelitas percebem logo a dificuldade do avanço.
"Depois Moisés fez partir a Israel do Mar Vermelho, e saíram para o deserto de Sur..." Ex. 15.22a
    Sol, sede, fome, desorientação, animais peçonhentos e demônios (na tradição judaica este é o lugar que habitam). E Deus os prova no deserto.
"...caminharam três dias no deserto, e não acharam água." Ex. 15.22b
    Falta água e o que encontram são águas amargas, impróprias para o consumo humano.
"E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?" Ex. 15.24
    Esta geração que atravessou o Mar Vermelho a pés enxutos, não pensa como gente de fé, que confia em Deus e, não obstante a isso, Deus opera mais um milagre, transformando águas amargas em água potável. Sabemos que essa geração, a Geração da Travessia, morrerá toda no deserto, com exceção de Josué e Calebe no transcorrer do êxodo.  
    Paradoxalmente, a Geração da Travessia deu a vida a Geração da Conquista e as rebeldias e debilidades do povo hebreu foram curadas com o remédio que Deus ainda usa hoje: O Deserto.
Esse povo curado de si mesmo, expurgado de suas inconsistências e animosidades, foi curado no deserto para servir a Deus e preparar um novo tempo para o mundo. E apesar deles, os planos de Deus não foram frustrados, nem atrasou a sua conclusão. Deus utiliza nossas vacilações e infidelidades como preparação para uma nova geração de crentes e de uma nova manifestação do Seu Espírito. 
     A mornidão da igreja só serve para aumentar o anseio para a volta de Jesus! A sua impureza só faz aumentar o clamor pelo Santo de Deus! A injustiça e o desamor faz crescer a expectativa de um Reino de Justiça e Amor! Sua apostasia e incredulidade revela os fiéis e os verdadeiros adoradores!
    Somos curados de nós mesmos para servirmos aos propósitos eternos de Deus. Ele não depende da fidelidade de uma geração para cumprir a Sua vontade, mas se formos obedientes será manifesta ainda mais a Sua graça:
"E se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude!" Rm. 11.12


Um comentário:

Comente com responsabilidade e será respeitado até pelos seus opositores.